Assistência 24h: 0800-073-5939
73 98833-3831
73 3525-3239

Ansiedade em tempo de isolamento: dicas para prevenir

Ansiedade em tempo de isolamento: dicas para prevenir

De acordo com o dicionário, isolar significa: pôr (-se) à parte, afastar (-se) em sentido material, intelectual ou espiritual; separar(-se). E se isolar geralmente é uma das atitudes tomadas por pessoas que passam por problemas psicológicos e transtornos como a depressão, o que se torna uma situação preocupante.

Nesse período de pandemia, muito se fala em isolamento social, da necessidade de se ficar em casa para evitar que mais pessoas se contaminem como novo coronavírus, causador da Covid-19. Mas como é possível se manter longe das pessoas sem que isso se torne um gatilho para distúrbios psicológicos?

Esses gatilhos podem gerar ainda certa melancolia não só em jovens e adultos, mas também em idosos, que geralmente não podem contar nem com o auxílio da tecnologia para tentar minimizar a solidão que surge com o isolamento social. O que mais agrava a situação no caso de pessoas mais velhas é o fato deles serem parte do principal grupo de risco para a doença. Ou seja, os idosos que contraem a Covid-19 podem ter complicações mais sérias em decorrência da doença, portanto insistir no isolamento social e se manter afastados desse grupo de risco pode fazer a diferença entre a vida e a morte.

Além da solidão, muitas pessoas têm reclamado principalmente de ansiedade, que pode ser caracterizada por sentimentos recorrentes de preocupação intensa, excessiva e persistente, e medo de situações cotidianas. A ansiedade, em casos mais extremos, pode culminar em uma frequência cardíaca elevada, respiração rápida, sudorese e sensação de cansaço, que pode complicar a saúde de pessoas idosas. Ter ansiedade no dia a dia pode ser normal, mas a intensidade é que pode ser preocupante.

Veja algumas dicas para evitar a ansiedade durante o isolamento social:

Leia um bom livro

Se sente entediado e ansioso? Aposte em leituras que você goste, e isso vale para pessoas de qualquer faixa etária.

Assista algo que te agrade

Saque aquele filme que você sempre quis ver mas nunca dava tempo? Agora é a hora para isso, e também vale maratonar séries.

Crie rotinas

Pessoas idosas geralmente são apegadas às suas rotinas, então vale manter as atividades de casa diárias ou ainda criar novas.

Pratique exercícios

Praticar atividades físicas é importante em qualquer faixa etária, e o corpo precisa de movimento. Então, mesmo dentro de casa, arrume um espacinho para praticar exercícios, que também ajudarão a combater a ansiedade e a manter a saúde mental.

Se isole, mas não se afaste

Tem hora que bate forte a saudades dos amigos, da família que está distante. Então, não perca tempo: pegue o telefone e ligue para quem faz falta. Converse sobre a vida e tudo que tiver vontade para matar a saudade pelo menos um pouco.

Não se desespere

Estamos sendo bombardeados com informações e até desinformações com relação a essa pandemia e à crise em que o mundo enfrenta. As fake news atrapalham demais o entendimento real da situação, e principalmente sobre a importância de se manter em isolamento social para evitar a contaminação, mas não fique desesperado ou conjecturando o que pode acontecer daqui para frente com o mundo. Viva um dia de cada vez. As consequências uma hora aparecerão, mas ficar pensando nisso demais só alimenta a ansiedade e gera sentimentos ruins.

Além de tomar esses cuidados com a saúde mental, o ideal também é procurar ajuda psicológica, que em muitos casos também se adaptou ao isolamento social e pode auxiliar quem precisa de maneira remota.

Tomando pequenos cuidados diariamente, cuidando de nós mesmos e de quem amamos, nos mantendo em casa e ajudando na medida do possível quem precisa, principalmente os idosos, atravessaremos essa fase crítica com a saúde mental em dia.

Esse conteúdo foi interessante para você? Escreva nos comentários o que achou do nosso conteúdo. Assine nossa newsletter e fique por dentro de todos os conteúdos que publicamos!

Cadastre-se para receber novidades

Pax Nacional

Atendimento

Assistência 24h: 0800-073-5939

73 98833-3831

73 3525-3239

falecom@grupopaxnacional.com.br