Assistência 24h: 0800-073-5939
73 98833-3831
73 3525-3239

Entenda o que é afasia e o que a causa

Entenda o que é afasia e o que a causa

Você já ouviu falar sobre afasia? Conhece alguém com essa condição ou recebeu o diagnóstico recentemente? Então está na hora de iniciar esta conversa!

A afasia é uma condição neurológica que afeta a capacidade de linguagem de um indivíduo, sendo muito comum em casos de AVC com sequelas.

Apesar de ser uma condição que demanda atenção e cuidado, já existem tratamentos com ótimos resultados e que podem ser encontrados no SUS, mas que demanda um esforço não só do paciente, como da família dele também.

Veja também como melhorar a acessibilidade para pessoas com deficiência.

Continue lendo e entenda o que é afasia, quais as causas, sintomas e tratamentos disponíveis!

O que é afasia?

A afasia é um distúrbio neurológico que atinge a área do cérebro responsável pela linguagem, dificultando a compreensão e expressão da fala, escrita e leitura.

Ela pode ocorrer em qualquer idade e é causada, principalmente, por danos no cérebro, como o AVC. O prognóstico depende da natureza e extensão da lesão e da idade do paciente. Não há tratamento específico, mas a fonoaudiologia pode promover a recuperação.

Existem dois principais tipos de afasia, sendo a afasia de Wernicke e a afasia de Broca. A classificação é dada a partir da área afetada e da gravidade dos sinais e sintomas.

Veja como cada tipo pode ser caracterizado:

Afasia de Wernicke

A afasia de Wernicke é caracterizada pela alteração no lobo temporal do cérebro, seja por conta de um tumor, um trauma, infecção ou AVC.

É o tipo mais comum e compromete a compreensão da fala, causando dificuldades para o paciente manter uma conversa, uma vez que, para ele, a fala pode se tornar incoerente. Além da fala, a compreensão da escrita também pode ficar prejudicada.

Afasia de Broca

A afasia de broca, por sua vez, é caracterizada por uma alteração no lobo frontal do cérebro, comprometendo a capacidade de expressão do indivíduo, que passa a ter dificuldades para formar frases completas e de ligar uma frase à outra.

Neste caso, não há dificuldade de compreensão, apenas de expressão. Por conta disso, os indivíduos com esse tipo de afasia podem ficar muito frustrados por não conseguir formar frases. Por essa razão, a afasia de Broca também pode ser chamada de afasia de expressão.

Mas esse tipo de afasia não apresenta sintomas apenas de linguagem, a afasia de broca também pode causar fraqueza ou paralisia do braço e da perna direita, pois a região do cérebro afetada também é responsável pelos movimentos.

Afasia Global

Por fim, é chamada de afasia global aquela onde há maiores danos ao cérebro, causando dificuldades tanto de compreensão quanto de expressão.

Ou seja, o paciente não consegue entender o que outra pessoa diz e, quando tenta falar, também não consegue expressar o que deseja. Nesses casos, a reabilitação costuma ser bem limitada.

O que causa a afasia?

A afasia é um doença neurológica, portanto pode ser causada por diversas condições que afetam a área da linguagem no cérebro.

O acidente vascular cerebral (AVC) é uma das causas mais comuns, mas não é a única. Veja outras possíveis causas:

  • Tumor cerebral, principalmente do lado esquerdo do cérebro;
  • Traumas ou golpes na cabeça;
  • Alzheimer, Parkinson e outras doenças neurodegenerativas;
  • Infecções cerebrais.

Sintomas da afasia

Como a afasia é uma doença que afeta a linguagem, seus sintomas vão desde dificuldade para compreender o que está sendo dito/escrito, até a dificuldade de se expressar, de forma oral ou escrita.

Veja a seguir os sinais mais comuns:

  • Dificuldade em iniciar uma frase;
  • Fala lenta ou mais devagar do que o habitual;
  • Dizer frases com poucas palavras;
  • Dificuldade em articular as palavras;
  • Alteração na compreensão de ordens orais ou escritas.

Assim como a afasia não é um doença crônica, os sintomas também não são. Dependendo da causa, o tratamento é capaz de reverter o quadro. Para isso, é preciso consultar um neurologista e receber o tratamento adequado, de acordo com a gravidade dos sintomas e o tipo de afasia.

Tratamentos para afasia

A afasia precisa de acompanhamento e orientação de um neurologista. Dependendo da sua causa, pode ser recomendada a cirurgia ou o uso de medicamentos.

O acompanhamento médico regular permite que haja uma avaliação da resposta neurológica ao tratamento. Dessa forma, podem haver mudanças no tratamento se necessário.

Dito isso, independente do tratamento escolhido pelo médico, é fundamental que o paciente faça reabilitação com o fonoaudiólogo. Nas sessões, o paciente passa por atividades que estimulam áreas afetadas do cérebro, além de treinar o uso da fala.

E a reabilitação não é apenas para o paciente. O fonoaudiólogo pode orientar aos parentes e amigos algumas recomendações, como: utilizar frases simples, falar devagar, permitir que a pessoa com afasia fale sem ter pressa, não tentar completar as frases da pessoa com afasia, entre outras.

É muito importante que aqueles que convivem com o paciente também criem mecanismos de comunicação e tenham o cuidado de evitar excluir a pessoa com afasia. Uma boa ideia é estabelecer tópicos antes que a conversa seja iniciada, utilizar desenhos e gestos para explicar uma ideia e fazer perguntas cuja resposta é “sim” ou “não”.

Veja também como lidar com pessoas com Alzheimer.

Este artigo tem o objetivo de informar e disseminar conhecimento, ele não serve como diagnóstico, indicação a tratamentos ou substituição da avaliação médica.

Antes de ir embora, não deixe de conferir outros artigos aqui no blog da Pax Nacional. Aproveite!

Gostou deste conteúdo? Então, antes de ir, nos mande um feedback nos comentários. Para receber novos conteúdos em primeira mão, assine a nossa newsletter!

Cadastre-se para receber novidades

Pax Nacional

Atendimento

Assistência 24h: 0800-073-5939

73 98833-3831

73 3525-3239

falecom@grupopaxnacional.com.br