Assistência 24h: 0800-073-5939
73 98833-3831
73 3525-3239

Café: benefícios e malefícios

Café: benefícios e malefícios

Que tal um cafezinho? O café é amado pelos brasileiros e é o item que não pode faltar no nosso dia a dia, pela manhã, depois do almoço, nos intervalos do trabalho e até mesmo no final da tarde. Em alguns casos, só o cheirinho de café já é o suficiente para aguçar o nosso paladar.

Pois é, a gente consome muito café. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), essa é a segunda bebida mais consumida no Brasil, perde apenas para a água.

Tomar café todos os dias pode nos trazer diversos benefícios, já que estes grãos possuem uma série de nutrientes. No entanto, assim como qualquer outro alimento, quando consumido em excesso, pode nos trazer alguns malefícios. Por isso, é importante saber dosar.

Você provavelmente já ouviu pessoas defendendo e outras acusando os efeitos do café, o que pode ter lhe deixado com dúvidas. Preparamos este artigo para sanar algumas de suas dúvidas, então continue com a gente.

Os nutrientes do café

O principal nutriente do café, que muito provavelmente você já conhece, é a cafeína. Esse nutriente possui efeito estimulante, fornecendo energia para o resto do dia e diminuindo a sensação de sono. A cafeína pode ser encontrada inclusive em energéticos e refrigerantes, mas a maneira mais saudável de consumo é no café.

Mas o café possui muitos outros nutrientes. Este grão é cheio de compostos antioxidantes, vitaminas e minerais que podem, inclusive, prevenir doenças.

Como já dito neste artigo, a melhor maneira de nos beneficiarmos dessa rica bebida é consumindo de forma moderada.

De acordo com o Ministério da Saúde, a dose diária recomendada para um adulto é de três xícaras de até 100 ml por dia.

Além disso, a maneira de preparo do café também influencia nos efeitos benéficos da bebida. Para evitar o aumento de colesterol no sangue, prefira o café coado e o instantâneo.

O ideal é que a bebida seja consumida pura, sem adição de açúcar ou adoçante, e sem a adição de leite, creme de leite ou chantilly. Caso não goste do café puro, opte por leite desnatado, adoçante ou açúcar mascavo, pois possuem um baixo teor de calorias.

Benefícios do café

Os benefícios do café são muitos. Alguns podem até ser mitos, mas já existem muitos comprovados por pesquisas científicas.

Outros como, por exemplo, a diminuição do estresse e a melhora na visão, ainda estão sendo pesquisados e testados.

A seguir, listamos 5 benefícios do grão do café já comprovados pela ciência:

Melhora a memória

O estudo publicado pela Nature Neuroscience mostrou que o cérebro humano apresentou maior retenção de memória por até 24 horas, após o consumo da cafeína.

Outra pesquisa, feita pela universidade Johns Hopkins, concluiu que voluntários que haviam tomado comprimidos de cafeína tiveram resultados muito melhores em teste de memória, em comparação com os voluntários que haviam tomado placebo. Para a pesquisa foram testados 160 voluntários que não bebiam café regularmente.

E os efeitos não se resumem à memória. Doenças como esclerose múltipla, Alzheimer e Parkinson, que possuem origem no cérebro também apresentaram uma diminuição considerável de chances de desenvolvimento.

Ajuda no tratamento da depressão

Devido ao seu efeito estimulante, a cafeína pode alterar positivamente o humor e aumentar a disposição.

A Escola de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos, analisou 50 mil mulheres. Na pesquisa, tomavam de 2 a 3 xícaras de café por dia, o resultado foi uma diminuição de até 15% de risco de depressão.

Junto com a diminuição da depressão, está a diminuição dos índices de suicídio. Isso tudo porque o café estimula o sistema nervoso central, aumentando a produção de serotonina, dopamina e noradrenalina - neurotransmissores que agem como antidepressivos.

Previne Diabetes

O consumo moderado de café pode diminuir a glicemia no sangue, diminuindo o risco de desenvolvimento da diabetes.

Os antioxidantes presentes no grão de café têm sido associados ao aumento da sensibilidade da insulina, o que ajuda na prevenção do desenvolvimento da diabetes tipo 2.

E assim como reduz a sensibilidade da insulina, diminui também o acúmulo de gorduras saturadas, minimizando também os riscos de AVC.

Previne câncer

Segundo uma pesquisa da Universidade de Lund na Suécia, o café pode proteger contra o câncer de mama.

Além do câncer de mama, a Universidade do Sul da Califórnia também encontrou ação de prevenção ao câncer de fígado. O estudo incluiu mais de 179 mil homens e mulheres, chegando ao resultado de uma diminuição de 42% nas chances de desenvolvimento do câncer.

Tratamento de pele

A utilização do café nos tratamentos de pele também se tornou muito popular. Então, se você estava se perguntando se os benefícios para a pele realmente existiam, a resposta é sim.

O grão do café possui propriedades com efeitos anti-inflamatórios, que ajudam na cicatrização da acne, e efeitos antioxidantes, que previnem o envelhecimento precoce.

Normalmente são feitas máscaras faciais com a borra do café. O uso é externo e tem características esfoliantes, removendo as células mortas da pele.

Malefícios do café

Um dos maiores perigos do excesso de cafeína no corpo é desenvolver anemia. O nutriente mais conhecido do café prejudica a absorção de cálcio e ferro. Por isso, um conselho é não tomar o cafezinho pós almoço (principalmente se você já tiver problema de anemia).

Afinal, é na hora do almoço que consumimos a maior quantidade de alimentos ricos em ferro, como por exemplo, a carne e o feijão.

Além disso, enquanto algumas pessoas usam e abusam do café para conseguir finalizar o dia e suas tarefas sem sentir sono, é importante ressaltar que esse efeito pode criar cenários para a fadiga motora (sensação de fraqueza, dor e cansaço) e gerar crises de ansiedade.

Isso porque o efeito estimulante do café aumenta a frequência cardíaca e nos deixa em estado de alerta.

O café pode ainda causar desconforto no estômago, já que ele estimula a secreção gástrica, causando gastrite. No caso de mulheres grávidas, a cafeína pode interferir na formação do bebê.

Em geral, os principais efeitos negativos do café são: taquicardia, palpitações, insônias, gastrite, ansiedade, refluxo gastroesofágico, tremores, dores de cabeça e náuseas.

Como visto no artigo, os benefícios do café são muito mais amplos do que os malefícios. Portanto, como estes efeitos podem variar de pessoa para pessoa, é preciso ter consciência dos efeitos do café no seu corpo e, ainda que esses efeitos não sejam tão fortes no momento, é preciso evitar o comprometimento da sua saúde.

 

Gostou do conteúdo? Não deixe de nos dar o seu feedback. O nosso blog está repleto de conteúdos como este, sobre saúde, assistência familiar, bem-estar, qualidade de vida e muito mais. Continue nos acompanhando e assine nossa newsletter para receber as novidades em primeira mão!

Cadastre-se para receber novidades

Pax Nacional

Atendimento

Assistência 24h: 0800-073-5939

73 98833-3831

73 3525-3239

falecom@grupopaxnacional.com.br