Assistência 24h: 0800-073-5939
73 98833-3831
73 3525-3239

Entenda o que é a reação anafilática

Entenda o que é a reação anafilática

Você já ouviu falar sobre a reação anafilática? Também conhecida como choque anafilático e anafilaxia, é uma forma de reação alérgica grave que demanda cuidados médicos imediatos para evitar complicações para o indivíduo.

As causas irão variar de pessoa para pessoa, mas é muito comum que essa reação mais agressiva aconteça em casos de alergias ao veneno de abelhas, alguns medicamentos e alguns alimentos, como o amendoim e o camarão.

Vamos entender melhor sobre essa reação?

Continue lendo e descubra o que é a reação anafilática, quais são os sintomas e seus tratamentos.

O que é a reação anafilática

A reação anafilática é uma forma grave de alergia, desencadeada pelo contato com a substância da qual se é alérgico. Podem ser medicamentos, comidas, venenos e até mesmo materiais como o látex.

A reação pode se dar literalmente segundos após a exposição, ou até uma hora depois. Pode ser mortal e por isso precisa ser avaliada por um médico imediatamente após os primeiros sintomas. Isso porque, diferente de outras manifestações alérgicas, a reação anafilática é generalizada, não afeta apenas um órgão.

Sintomas do choque anafilático

Os sintomas do choque anafilático podem variar, mas todos ocorrem a partir de uma resposta inflamatória grave. Pode produzir sintomas respiratórios como a obstrução das vias aéreas, “sufocando” o indivíduo, e também sintomas cardiovasculares, como queda da tensão e perda de consciência.

Em geral, os principais sintomas do choque anafilático são:

- Sensação de “sufocamento”, dificuldade para respirar;
- Tontura, confusão mental;
- Perda da consciência;
- Aceleração dos batimentos cardíacos;
- Suor intenso;
- Náusea e vômito;
- Inchaço nos lábios, língua e garganta;
- Inchaço nos olhos, nariz e mãos;
- Coceira e vermelhidão na pele;
- Pele pálida, fria e úmida;
- Parada cardíaca.

A forma mais comum é o aparecimento dos sintomas citados de forma rápida e brusca. Logo que forem identificados, o indivíduo deve ser levado ao hospital para tratamento, ou fazer uso de primeiros socorros logo em seguida.

Primeiros socorros em caso de choque anafilático

A primeira coisa a se fazer quando perceber os sintomas, é chamar uma ambulância, ligando para o número 192, ou levar por conta própria o indivíduo para o pronto-socorro. Observe se a pessoa está consciente e respirando, se não estiver, o certo é iniciar a massagem cardíaca e esperar pelo atendimento médico. Se ela estiver respirando, uma maneira de aliviar os sintomas é deitar a pessoa e levantar as pernas dela, para facilitar a circulação sanguínea.

Quando chegar ao hospital, o tratamento será feito com a ajuda de uma máscara de oxigênio e com uma injeção de adrenalina. Em casos mais graves, talvez seja necessário fazer operações mais invasivas, como a cricotireoidostomia.

Depois do tratamento, é fundamental que haja uma investigação aprofundada do que causou a reação anafilática, de maneira a evitar que aconteça novamente. É possível que o médico prescreva um kit de tratamento do choque, que consiste na aplicação da injeção de adrenalina, como a epinefrina, pelo próprio indivíduo, caso necessário.

Recomenda-se também que amigos e familiares estejam a par sobre as alergias e sobre os primeiros socorros em caso de choque anafilático.

Já que estamos falando sobre primeiros socorros, saiba também o procedimento em casos de crise diabética.

Reação anafilática e vacina
Nos últimos anos, o movimento anti-vacina vem se utilizando de dados falsos para criar a narrativa de que a reação anafilática causada por vacinas é mais comum do que de fato é.

Assim como qualquer outro tipo de medicamento, vacinas podem sim causar alergias, mas esses casos, sejam eles simples ou graves, são considerados raros e evitáveis. Para que alguém tenha uma reação anafilática com o uso de uma vacina, esse indivíduo deve ter uma alergia a um dos componentes, ou seja, a alergia não é “criada” pela vacina.

Indivíduos com históricos de alergia a medicamentos devem conversar com seus médicos de antemão, para estudar quais vacinas podem ser aplicadas ou não.

Nós já falamos aqui no blog sobre como funcionam e qual a importância das vacinas. Se você ainda não conferiu, pode conferir clicando aqui.

É importante entender como a reação anafilática é causada e seus devidos tratamentos, não só para proteger aqueles que amamos, mas também para quebrar essa rede de desinformação.

Esse conteúdo foi interessante para você? Escreva nos comentários o que achou do nosso conteúdo. Assine nossa newsletter e fique por dentro de todos os conteúdos que publicamos!

Cadastre-se para receber novidades

Pax Nacional

Atendimento

Assistência 24h: 0800-073-5939

73 98833-3831

73 3525-3239

falecom@grupopaxnacional.com.br